Projeto Municipal

Tapera disponibiliza 27 projetos nas áreas de Educação, Cultura, Desporto e Lazer

O investimento em Educação no município de Tapera vai muito além da infraestrutura das escolas e da qualificação dos professores. O Município busca oportunizar novas vivências aos estudantes, ampliando o conhecimento de crianças e jovens e estimulando o aprimoramento de novas habilidades, o que oferece o desenvolvimento integral do aluno, tão importante para sua vida futura.

Tapera oferece projetos extracurriculares em turno inverso às aulas. A cada ano, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer, responsável por coordenar e organizar as atividades, avalia o andamento dos projetos e oficinas e a procura dos alunos. “Neste ano, estamos com quatro grupos de técnica circense, devido à grande procura. Da mesma forma, dividimos o coral em categoria infantil e infanto-juvenil para melhor atender os 70 alunos que participam”, explicou a secretária Maria Regina Salvadori.

Para o prefeito Volmar Helmut Kuhn, os projetos não podem parar jamais: “as crianças representam o futuro e a esperança. Quando investimos em Educação e Cultura, apresentamos a elas novas oportunidades. Felizmente Tapera é agraciada por muitos talentos, que iniciaram nos projetos e hoje se descobriram na vida artística”, comentou.

Nas escolas municipais, são oferecidas as oficinas de técnica circense, dança, capoeira, artesanato, atletismo e natação. As oficinas de violino, violão, flauta, coral infantil, coral infanto-juvenil, banda marcial, futsal, handebol e voleibol  são disponibilizadas para toda rede de ensino de Tapera, que integram estudantes das escolas municipais, estaduais e particulares. De acordo com a secretária de Educação, há estudantes que participam de apenas uma oficina, mas tem aqueles que integram quatro ou cinco grupos.

Com os alunos da rede municipal ainda são desenvolvidos projetos como: Teatro nas Escolas, Música na Educação Infantil, Música nas Escolas, Oficina de Língua Alemã, Projeto Aprender é Legal, Projeto Comunicação, Oficina de Língua Inglesa nos anos Iniciais, Oficina de leitura e Escrita para os anos Finais, Oficina de Informática, Oficina de Culinária e Motricidade na Educação Infantil.

Neste ano, o investimento será de cerca de R$ 390 mil em instrutores para os 27 projetos. Algumas atividades contam com a parceria de programas como A União Faz a Vida (violino, flauta, corais e violão) e AABB Comunidade (dança e técnica circense).

Com a finalidade de oferecer um ambiente propício à aprendizagem, no início deste ano, foram realizadas reformas na infraestrutura das escolas e substituídos os equipamentos e móveis dos laboratórios de informática.

Para participar das oficinas, é preciso fazer a inscrição junto à SMECDL. Mais informações pelo telefone 3385 3300.